educação com
afeto para
a diversidade

EnglishPortugueseSpanish

educação com
afeto para
a diversidade

SÉRIE EDUCAÇÃO PIRAPORIANA – WILLIAM ARTHUR LEWIS

Em 1915, na ilha chamada Castries, situada chamado Santa Lúcia, localizado ao leste do Caribe, nasceu William Arthur Lewis. 

William era o quarto dos cinco filhos de um casal de professores, imigrantes de Antigua, o que era perceptível, já que a família tinha diferenças culturais, característica das minorias imigrantes. 

Aos sete anos de idade, Lewis desenvolveu uma doença que o fez  ficar em casa por alguns meses.  Nesta ocasião, seu pai tomou a frente de seus estudos, fazendo uma espécie de homeschooling enquanto ele permanecia doente. 

Durante este  período, que durou três meses, essa dinâmica funcionou tanto que ao retornar à escola, Lewis pulou dois anos, indo do quinto ano do fundamental para o sétimo ano. Em sua biografia, disponível no site do Prêmio Nobel, o estudioso conta que esse fato o levou  a sentir-se inferior tanto fisicamente quanto do ponto de vista de amadurecimento, já que passou a vida desde então estudando — e trabalhando — com pessoas dois ou três anos mais velhas do que ele, explicitando a Lewis que notas altas não significam tanto assim, quando enxergamos por essa ótica. Terminou os estudos aos quatorze anos, e começou a trabalhar como balconista, esperando chegar a época e a idade para que pudesse prestar vestibular. 

 

Aos dezessete anos, em 1932, não fazia ideia do que queria fazer de sua vida, visto que naquele período jovens negros entravam em universidades somente para cursar medicina ou direito, duas profissões que não tinham a ver com o que Lewis sonhava. 

Seu sonho era ser engenheiro, mas entendendo as dificuldades que enfrentaria sendo negro, com oportunidades de emprego cerceadas por sua cor, optou por estudar Administração de Empresas — o curso mais próximo do que queria. 

A escolha foi tão acertada que, ao se graduar em 1937, ganhou uma bolsa PHD para estudar Economia Industrial na universidade. Lewis foi trilhando sua trajetória e aos trinta e três anos, tornou-se o primeiro professor negro da Universidade de Manchester. 

O trabalho de Lewis como professor rendeu inúmeros artigos na sua área de atuação, alguns livros. Dentre os seus estudos acadêmicos, o artigo sobre oferta ilimitada de trabalho lhe deu o Prêmio de Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel. 

Contar um pouco de sua história é relevante para nos lembrar o quão capazes e o quão múltiplas são as pessoas negras. Nos lembra que podemos trabalhar e ter destaque em qualquer área de atuação. William Arthur Lewis também nos ensina sobre como, por vezes, o ponto que queremos chegar precisa ser percorrido por outros caminhos, “despistando” as adversidades que nos atingem pelo racismo e pelo preconceito. Um viva à diversidade de ser negro, à nossa intelectualidade e ao nosso futuro!

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Assine nossa Newsletter

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Preencha o formulário que entraremos em contato com você

Open chat
Como posso te ajudar?
Olá, ...✋🏾
Como a Piraporiando pode te ajudar?