educação com
afeto para
a diversidade

EnglishPortugueseSpanish

educação com
afeto para
a diversidade

PAI DE PRIMEIRA VIAGEM: COMO A PATERNIDADE PODE MUDAR A VIDA DE UM HOMEM

pai de primeira viagem

Infelizmente – ainda precisamos lidar com uma sociedade na qual os papéis de gênero obedecem a padrões arcaicos. Isso significa, no que tange à maternidade e à paternidade, que esperam da mulher afeto e realização de tarefas domésticas, bem como a maior parte da responsabilidade sobre o bebê. Ao homem, portanto, a expectativa de que seja o provedor da família, aquele que sai para trabalhar e não tem grande participação nos demais assuntos do lar e da família. Por tudo isso – e por muito mais – fizemos este artigo: uma reflexão para os pais de primeira viagem sobre como a paternidade deveria mudar a sua vida.

Um pai também precisa se entregar a esse novo momento

Já sabemos que, quando uma criança nasce, a vida da mulher muda. O cuidado constante com o bebê, as fraldas, as noites em claro.Entretanto, pouco se fala sobre como o pai também deve ser igualmente responsável por essas tarefas. Sua rotina também deve mudar.

Ao nos concentramos nesses aspectos “operacionais”, somos levados também para o âmbito afetivo. Afinal, esses novos afazeres na vida de uma família são ferramentas importantes para a criação do vínculo entre a mãe e o bebê, entre o pai e o bebê.

Quando um pai quebra a ideia sexista de que apenas a mãe deve assumir o trabalho, quebra também a ideia de que a figura feminina é aquela que tem o maior e melhor laço de afeto com o bebê. Uma criança precisa do apoio, do amor e dos cuidados de ambos – pai e mãe (e toda a família, seja qual formato ela tiver) – para crescer de forma emocional e fisicamente saudável.

Por isso, pai de primeira viagem, esteja disposto a viver a paternidade com a mesma intensidade que a sociedade costuma, infelizmente, esperar apenas da mulher.

Licença paternidade: um inibidor do exercício de ser pai

Enquanto a licença maternidade é de 120 dias, a de paternidade é de apenas cinco – com a possibilidade de acréscimo de mais 15 dias, caso a empresa faça parte do programa Empresa Cidadão. Uma disparidade gigante. Tão pouco tempo é suficiente para que um pai possa viver o começo da paternidade de forma adequada, como refletimos nos parágrafos anteriores? Acreditamos que não.

Os primeiros dias de vida de um bebê são um momento de descobertas e adaptações. É, ainda, uma fase de cuidados extras e especiais. Um período grandioso e novo – repleto de tarefas também grandiosas e novas – no qual seria ideal a presença e a dedicação não somente da mãe, mas também do pai.

A curta licença paternidade é, portanto, um empecilho para esse cenário ideal que esboçamos aqui, no qual o pai se faz presente em tempo quase integral. Reconhecemos que as circunstâncias nem sempre são favoráveis para todas as famílias. Em contrapartida, seguimos na defesa de que um pai deve ser tão responsável pela criança quanto a mãe. Por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar.

Pai de primeira viagem: dicas para se fazer presente

Seja qual for a sua rotina: se você trabalha, se a mãe da criança trabalha ou, se ambos trabalham ou, qualquer outra configuração, como a da guarda compartilhada (dá pra linkar o texto sobre guarda compartilhada, se já estiver publicado), compilamos algumas dicas que podem ser úteis para você viver a paternidade de forma mais completa.

A primeira dica diz respeito ao modo como você enxerga a paternidade: lembre-se de que a criação de seu filho ou filha também é responsabilidade sua. Isso significa que, quando você está trocando uma fralda ou preparando uma mamadeira, por exemplo, você não está apenas ajudando, você está sendo pai, cumprindo com a sua obrigação.

Não se esqueça, também, de que as tarefas domésticas e relacionadas à criança são tão exaustivas e valorosas quanto um expediente fora de casa. Assim, aos finais de semana e durante as noites, períodos nos quais há mais chances de pai e mãe estarem em casa, não permita que a responsabilidade caia somente sobre os ombros da mãe.

Por fim, e nos afastando um pouco do âmbito das tarefas domésticas, esforce-se para criar vínculos com seu filho ou filha. Dê amor, brinque junto, viva e contemple momentos junto à criança. Seja ativo na tomada de decisões.

A paternidade é um momento de aprendizados e ensinamentos. De responsabilidades, mas também de prazeres.

O afeto deve ser a base da educação que seu filho ou filha irá receber

Você, pai, precisa compreender a importância do afeto na educação. E isso não se resume a abraços, beijos. Educar baseando-se no afeto tem a ver com a consciência de que, tudo que você faz afeta seu filho, sua filha. Em nosso curso de ‘’Educação para a diversidade’’ por exemplo, falamos sobre isso. Nele, apoiamos educadores e educadoras a aprender e transmitir os valores de uma educação antibullying, antirracista, sem preconceitos e baseada no afeto. Abordar temas importantes com a criança desde a primeira infância também é fundamental. Nossas obras literárias abordam temas importantes para a educação e ampliação da visão de mundo, abordando assuntos como lealdade, ética, respeito, afeto e empatia.

E claro, não podemos deixar de mencionar que existem famílias de todo jeito. Por isso, este artigo também contempla pais biológicos ou não e outras pessoas que, independente do gênero e da ligação biológica com a criança, têm um papel importante em sua vida.

Espero que você tenha gostado deste artigo feito com muito carinho!!

Para saber mais sobre a Piraporiando, basta clicar aqui.

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Assine nossa Newsletter

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Preencha o formulário que entraremos em contato com você

Open chat
Como posso te ajudar?
Olá, ...✋🏾
Como a Piraporiando pode te ajudar?