educação com
afeto para
a diversidade

EnglishPortugueseSpanish

educação com
afeto para
a diversidade

Série Educação Piraporiana – Ruby Bridges

Ruby Bridges nasceu no Mississipi, em 8 de setembro de 1954, mas os fatos marcantes da sua história começam a acontecer quando sua família se muda para Nova Orleans, Louisiana, no auge dos ideias de segregação racial acontecendo nos EUA. Ruby entrou para a escola Elementar William Frantz na década de 60 – a única criança negra no corpo de estudantes da instituição.

Em seu primeiro dia de aula, ela já encontrou muitas dificuldades, sendo todas fundamentadas no racismo. Na porta da escola, por exemplo, uma multidão de pessoas a recebeu com gritos e atacaram jogando objetos. Por conta da recepção agressiva, Bridges só pode entrar na escola sob escolta policial.
Na ocasião, diversos pais retiraram seus filhos da escola como forma de protesto, professores se recusaram a lecionar para Ruby que, por causa disso, passou a ter aulas efetivas um dia depois.
Anos depois, ex-vice-diretor dos U.S. Marhals, Charles Burks, lembrou de Bridges com as seguintes palavras: “Ela mostrou muita coragem. Ela nunca chorou. Ela não choramingou. Ela só marchava como um pequeno soldado, e nós estamos todos muito, muito orgulhosos dela.”
Além de precisar lidar com a hostilidade do ambiente escolar, seu pai foi demitido e o local onde faziam compras cotidianamente os proibiu de frequentar o espaço. Até seus avós, que residiam no Mississipi, tiveram suas terras tomadas. Contudo, Ruby permaneceu frequentando a Elementar William Frantz e, exatamente por isso, se tornou o símbolo que é hoje.

Com persistência e coragem, Ruby Bridges enfrentou o sistema segregacionista dos Estados Unidos em uma das épocas mais marcantes da história do país. O estímulo de sua família, da rede de apoio e dos ativistas a favor dos direitos humanos, foram cruciais para que ela conseguisse atravessar o racismo da época.
Em 1999, aos 45 anos, fundou a Fundação Ruby Bridges com o objetivo de promover “os valores da tolerância, do respeito e valorização de todas as diferenças”. Como sua principal missão, Bridges declarou “o racismo é uma doença e temos que parar de usar nossos filhos para espalhá-la.”
A simbologia de Ruby na luta pela liberdade e pelo acesso à educação de qualidade – até então restrita somente às crianças brancas – deve nos servir de exemplo, lembrando que somente por meio da educação podemos alçar vôos mais altos.

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Compartilhe

Veja mais posts

Prêmio Escola Diversa

Em sua primeira edição, escolas das redes pública e privada  podem participar, o Prêmio Escola Diversa, foi criado pela Piraporiando, tem a proposta de dar

Assine nossa Newsletter

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Preencha o formulário que entraremos em contato com você

Open chat
Como posso te ajudar?
Olá, ...✋🏾
Como a Piraporiando pode te ajudar?